Pernas e seus significado psicológico/Metafísico pela Linguagem do Corpo de Cristina Cairo:

As pernas simbolizam o nosso caminho: são elas que nos levam para onde decidimos ir.
Problemas nas pernas significam que seu caminho pode não estar correto ou que está sendo bloqueado por alguém ou uma situação complicada. Normalmente, quando estamos em conflito, com dúvidas ou rebeldia por não querermos mudar de caminho, nossas pernas somatizam, de alguma forma, esse desequilíbrio emocional. A parte superior (coxas) rege o passado. Simboliza, portanto, sofrimentos e traumas da infância que seguramos no coração; mágoado passado que, por alguma comparação inconsciente, estamos revivendo no presente; sentimentos antigos que não nos permitem tomar decisões. Todo pensamento ou emoção que estão nos impedindo de prosseguir abrem brechas para acidentes, problemas vasculares, dores ou qualquer outra doença nesta parte do corpo, como forma de comunicação entre o inconsciente e o consciente. A parte inferior (perna) rege o futuro, pois é ela que se move, primeiramente, para articular as outras partes. Se você está com medo do que possa lhe acontecer no futuro e evita tomar decisões importantes ou sente-se ameaçado por ter de ir em frente, suas pernas, certamente, terão problemas. Ferimentos externos também são respostas do inconsciente, que é uma extensão das forças energéticas do Universoe seus pensamentos

estiverem fortemente confusos, gerando indecisões e conflitos a ponto de você não conseguir controlar-se, poderá ocorrer desequilíbrio das pernas ou entorses nas articulações.
Analise seus sentimentos profundamente. Muitas vezes não enxergamos o que está acontecendo conosco. Para facilitar, analise o que foi explicado anteriormente. Lembre-se: problemas do 1. do direito são o resultado do conflito com uma mulher e problemas do lado esquerdo significam conflitos com um homem. Pode, também, tratar-se de conflitos com nossas próprias confusões. O segredo para nos soltarmos sem medo é estarmos conscientes do que realmente queremos e acharmos, calmamente, o caminho para nossas realizações. O que nos incomoda hoje nada mais é do que o reflexo daquilo que pensamos e sentimos no passado. Assuma, tranqüilo, todas as dificuldades e comece a pensar corretamente. Em breve tudo começará a se transformar a olhos vistos, pois os fatos acontecem da maneira como acreditamos, seja por medo de perder a liberdade, seja por felicidade. Você tem à sua volta aquilo que foi condicionado a acreditar.
Se sua panturrilha (barriga da perna) é fina, é porque precisa ser mais corajoso e enfrentar seus medos. Vá em frente, impulsione-se para frente, no futuro, sem precisar do apoio alheio.

Fonte: Linguagem do Corpo vol 1 - Cristina Cairo