OUTUBRO ROSA: Dicas de comportamentos emocionais/psicológicos/mentais para prevenir ou curar o CÂNCER DE MAMA pela LINGUAGEM DO CORPO.

Outubro Rosa
combatendo o câncer de mama com conhecimento!

Todo projeto, ideia (ou outros nomes que queira dar para isso), tem um fator importante é a sensibilização que isso gera com um objetivo único sempre:

A FAVOR do desenvolvimento humano em qualidade de vida, na consciência espiritual, mental e físico além do próprio objetivo real; a saúde.

Para conhecer mais a história sobre "Outubro Rosa" (visite este site clicando aqui, outubrorosa.org.br/).

Dicas de comportamentos emocionais/psicológicos/mentais para prevenir ou curar o CÂNCER DE MAMA pela LINGUAGEM DO CORPO

Primeiramente, teremos o conhecimento sobre o que significa câncer de mama na linguagem do corpo:

Câncer de Mama: Significa, metafisicamente falando, as pessoas desenvolvem o câncer pelo acumulo de mágoas e ressentimentos. Pessoas que se permitiram ser humilhadas e que guardam muito sentimento de raiva e de vingança. 
Câncer de Mama direito: Mágoas e ressentimentos com uma Mulher (energia yin).
Câncer de Mama esquerdo: Mágoas e ressentimentos com um Homem (energia yang).

A metafísica nos mostra que somos responsáveis pela manifestação de quaisquer doenças em nosso corpo. E como somos nós que a criamos o poder de cura também é nosso. 
Então, finalmente vamos as dicas:

1 - Perdoar  
Perdoe profundamente quem o feriu. Se você já esqueceu quem o agrediu, reveja com calma as situações de conflito, que a resposta virá à sua mente nitidamente. 
A partir do momento que tomamos consciência dos sentimentos que geraram a doença, podemos nos reorganizar internamente e modificar todo o processo de desenvolvimento da doença. 

ISSO VALE PARA TODOS: Tenhamos a humildade de reconhecermos nossos erros e, entendermos os erros alheios; perdoando aos outros e a nós mesmos. 

Para quem precisa:
Veja aqui como fazer a "oração" , inspirada por Cristina Cairo.

2 - Aceitação 
Aceitar não significa acomodar-se. O que difere da aceitação e da acomodação, é a "coragem".
Pois é preciso coragem para aceitar que aquilo que te servia não te serve agora. 
O que tem ACEITAÇÃO, aceita e vai - acredita que tudo é mutável. 
O que é ACOMODADO, aceita e fica - acredita que é assim mesmo, não tem como mudar...

Qual deles é você?

Aceitação é quando você liberta todo o seu passado, seja se ocorreu há 50 anos ou 5 segundos, amar-se (lembre-se: todos tem seus defeitos) decida ser feliz, entenda que num relacionamento, ninguém está 100% certo, aceite as mudanças que ocorrerem em sua vida. 

E quando eu não consigo aceitar? Então, aceite que você não quer aceitar. Mas, cada pessoa é diferente, alguns vão precisar de um acompanhamento psicológico outros uma meditação*
Então, esse post são dicas para você trilhar seu caminho, é só mesmo na experiência que vai fazer você descobrir o seu melhor, NINGUÉM DIRÁ O QUE É MELHOR PARA VOCÊ, ISSO CABE A VOCÊ SENTIR/DESCOBRIR.

3 - Auto-Estima
O amor a si próprio não é narcisismo nem egoísmo, Jesus já dizia "Ame o seu próximo como a ti mesmo". Falar é fácil sim e na prática? Ninguém disse, que viver na Terra é fácil, as polaridades (yang e yin), fazem parte do equilíbrio e das nossas infinitas escolhas. 
Amar a si mesmo é uma descoberta maravilhosa, as vezes dói sim, assumirmos em nós nossos defeitos ou aquilo que precisamos desenvolver. Mas, se temos respeito por nós mesmos e aceitamos que errar é algo natural do ser humano (não confunda erros com intenções), não terá importância o que as pessoas dirão a você, se você é bonito ou feio, afinal, não temos como agradar gregos e troianos ao mesmo tempo (quer dizer que você sabe que é uma opinião dela e até mesmo, projeção em você - pode ser que sim, o outro te aponte um erro seu, escute o que o outro tem a dizer sem julga-lo ou condena-lo quando criticar você, pode ser que você não esta vendo e alguém te apontou a falha, pense com carinho e veja, que a pessoa quer seu bem, afinal ela esta sendo sincera).
Outro detalhe, ame por amar e não espere o que você quer da outra pessoa (além de gerar expectativas e frustrações, você coloca nela toda a responsabilidade de ela fazer você feliz, enquanto isso é sua responsabilidade!
Pare de controlar e querer que seja do seu jeito! 

Exemplo: Fato real 
Certo dia uma pessoa veio até mim com um balão verde e começou a contar que ela queria um balão cor de rosa, mas não tinha...então ela pegou o verde mesmo e foi brincar. Essa pessoa tinha 3 anos de idade. Quantos adultos se frustam porque quer que a pessoa seja do seu jeito? e perdem tempo de ver a beleza?

4 - Ato de Não Julgar
O ato de não julgar, é você até em momentos difíceis, encontrar dentro de si, a compreensão daquilo antes mesmo de condenar as pessoas, colocando nela toda a responsabilidade sem se quer ver que na vida, a lei universal  é semelhante atrai semelhante. 
Conheça as pessoas! E mesmo assim descobrirá que vê o galho delas...é como uma árvore que nos extremos de cada lado estão seus galhos, mas a raiz que mantém aquele galho é o mesmo, vivemos num mundo onde vive pessoas que falam outras línguas, expressão de outras formas porém a lição (raiz) é a mesma. São apenas, ângulos diferentes. 
Então, se você quer ajudar alguém, ajude sem prejudica-la, ajudar tem limites. Quando você quer que seja do seu jeito, damos o nome de controlar (falta de fé), cada um tem seu tempo de aprendizagem, se é um ano ou cinco, nenhum é mais correto que o outro, é apenas o melhor para cada um de acordo com seu desenvolvimento. Ou seja, somos incomparáveis, o que é comparável são padrões que estipulamos para comunicarmos.

5 - Paciência consigo
Como foi comentado anteriormente, cada um tem seu processo, esqueça que acordará no outro dia conseguindo meditar (por exemplo), se nunca o fez e se tem lixo para tirar da sua mente e do coração, para você ter a paz, primeiro tira o que não presta, então é normal chorar quando fazemos a oração do perdão (como exemplo), lembranças da infância que magoaram nós e nem lembrávamos...quando tomamos consciência, sai o que estava escondido (inconsciente em nós). 

6 - Comunicação
Essa vai ser rápida ao ponto! Não engula sapos! Não precisa ser curto e grosso para falar do que você gosta ou não gosta, SEJA CURTO (sinceridade) E DOCE (com amor)!

*Se a doença persistir é porque os sentimentos negativos ainda estão no inconsciente, caso não consiga transformar-se sozinho procure a ajuda de profissionais de terapia. 
Toda vez que a doença se manifesta em nosso corpo é preciso ter um acompanhamento médico para o restabelecimento físico, mas, complementando o uso de medicamentos, é necessário também transformar os sentimentos que geraram a doença, para que a mesma não volte a se manifestar. 

Fonte: Linguagem do Corpo – Cristina Cairo