VEJA o significado na linguagem do Corpo: Ansiedade, Compulsão, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), Tic Nervoso, Sonambulismo, Ronco

Ansiedade:
A ansiedade se inicia na mais tenra idade, devido às primeiras cobranças de comportamento durante a educação. Toda criança traz uma energia forte de vida, que deve ser bem dirigida, para que essa força não seja dispersada ou utilizada para a agressividade.
Ninguém nasce ansioso, pois ansiedade é um estado emocional de defesa contra o tempo das coisas e cobranças da vida. Ansiedade é o medo de algo dar errado, de perder pessoas ou situações estáveis. Quando os pensamentos se tornam negativos e o coração aflito, a ansiedade invade a pessoa com tremores, agitações estranhas, alegria exacerbada, nervosismos e explosões sem motivos proporcionais. Esse estado mental é gerado por substâncias químicas drenadas do cérebro para todas as células do corpo, iniciando-se nos rins. Os rins são o nosso relógio biológico, os órgãos responsáveis pelo nosso instinto de sobrevivência. As glândulas suprarrenais produzem a adrenalina, hormônio que nos acorda de manhã, sem um relógio despertador. Também é esse hormônio que aciona nossos músculos para o ataque e a defesa, quando percebemos uma ameaça. Com isso, nosso organismo se prepara instintivamente para o ataque, pela energia do medo, e esse medo é transmitido eletricamente para os rins, daí as glândulas fabricarão a química para nos tornar espertos e atentos.

O que fazer?
Saiba quem é você e quais os seus potenciais para interromper, definitivamente, as cobranças que vem de seu gene e da memória de suas células. Em seu coração existe a paz e o amor que você tanto procura. Silencie sua mente e deixe sua alma se acalmar.
Ser calmo não significa ser parado ou acomodado. Podemos estar no meio de uma discussão e estarmos calmos, praticando um esporte, dançando, cantando, trabalhando e mantermos o coração pacífico e sereno.
O ansioso precisa reaprender os significados das palavras, para compreender que calma não significa pessoa sem expressão. Calma significa estar fora da ânsia e participando da vida dentro do tempo dos acontecimentos.



Compulsão (alimentar, por compras, por dinheiro, por drogas ou vícios...)
São âncoras negativas que vieram da infância (não, ninguém tem culpa, Ninguém!) nada acontece por acaso. A compulsão em geral é uma inquietude, apegado e que não vive seus sonhos, ou seja, não vive seu "eu"!
O que fazer?
Saiba quem é você, conheça seus medos afinal, ninguém nasce ansioso, pois ansiedade é um estado emocional de defesa contra o tempo das coisas e cobranças da vida. Ansiedade é o medo de algo dar errado, de perder pessoas ou situações estáveis.E reconecte com seus sonhos e sua paz interior. (ler também ansiedade)




TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)
Deriva do sistema nervoso central onde toda patologia como distúrbios nervosos, esquizofrênicos, bipolaridade (...), todas as que tem são pessoas com uma sensibilidade muito grande que parte da glândula pituitária - fica entre as sobrancelhas - ou seja, são médiuns, sensitivos. No caso do TOC são pessoas sensitivos em relação as coisas como a canalizar, perceber, sentir, as energias do ambiente.
Significa que ela não esta em conexão com sua paz interior.
O que fazer?
Pessoas que tem TOC, tem seus rituais repetitivos troque por algo que o beneficie e em conjunto com terapia cognitiva, psicólogo ou um profissional, vai reestruturando até encontrar sua paz, como meditação, yoga de movimentos... vai perdendo o medo. 
____________________________________________________________
Drauzio – Qual a diferença exata entre obsessão e compulsão nesses casos?
Fernando Ramos Asbahr – A obsessão é mais um pensamento que invade a mente, e a compulsão, a necessidade incontrolável de praticar um ato para aliviar a ansiedade provocada pelo pensamento indesejado. Muitas vezes, porém, a obsessão pode não aparecer. É o caso da criança de 4 ou 5 anos que lava repetidamente as mãos. Dependendo de seu grau de desenvolvimento, se lhe perguntarmos por que faz isso, o máximo que conseguirá responder é que lava as mãos porque se sente bem e pronto! Já no adulto é muito mais comum o pensamento obsessivo estar por trás do ritual compulsivo. ”Será que peguei a passagem ou a deixei em cima da cama?” é a dúvida que o obriga a abrir a mala repetidas vezes.
____________________________________________________________


Tic Nervoso:
Significa que o sistema nervoso (nervos) esta sobrecarregado, metaforicamente é como um sistema elétrico que está sobrecarregado a pessoa esta entrando em curto circuito.
O que fazer?
Pare com tudo, desligue para então reparar esse sistema elétrico, ou seja, Pare! Desacelere! Coloque o pé no freio, deixem as pessoas se virarem um pouco sem você, as pessoas são capazes de viverem sem você SIM! Pare um pouco de pensar em tudo, se preocupar com todo mundo. Esse exagero, causou esse curto circuito. Valeu a pena pensar em tudo, fazer  tudo para ficar assim? Ajudar os outros é maravilhoso, mas sem se anular.



Sonambulismo:
Significa uma pessoa sobrecarregada que ela não pode descansar, (literalmente então ela tem que ficar resolvendo as coisas até mesmo dormindo).
O que fazer?


Pare de fazer tudo! Você não precisa fazer tudo. Delegue funções, tudo tem um processo para soluções também, dê um tempo e realize o que é importante, reorganize e daí administre suas tarefas e emoções sem carregar demais. Então reveja sua atitudes o porque você esta sobrecarregando.  Todos tem capacidades para realizar.

Ronco:
Significa que esta expondo para fora (pelo ronco) o que engoliu ou o que não esta expondo suas emoções - ou seja esta engolindo sapos.
O que fazer?
Fale, demonstre com carinho suas mágoas, frustrações, ou seja, fale de suas emoções caso esteja lhe incomodando, ou seja, não guarde e acumule. Tire os "dramas" e converse sem colocar o dedo um na cara do outro. 

Fonte: site Drauzio Varella; Programa Linguagem do Corpo na Rádio Mundial com Cristina Cairo e Livro Linguagem do corpo 3.