Tatuagens: Tatuagens e o seu Significado psicológico pela Linguagem do Corpo Metafísica da Saúde;

Para tatuar você fura a pele, não é a mesma coisa que cirurgia na linguagem do corpo. Ao tatuar é usada uma máquina elétrica, que são compostas por uma ponteira de aço inox cirúrgica, ou seja, metal. Metal representa Marte e Áries (que representa guerra, ação imediata, agressividade...). Ou seja, o ato de “furar” representa uma guerra, uma agressividade inconsciente.


Desenhos tão elaborados, escolhidas por diversos motivos. As tatuagens são uma expressão individual, não é um fator que faz uma pessoa ser mais ou menos que outro indivíduo. Somos mutáveis. Porém, objetivando qual é a linguagem da tatuagem? Quais emoções e crenças inconscientes povoam numa pessoa que tatua ou tem vontade de tatuar?
            Primeiramente, a tatuagem ou a dermopigmentação (ato de pigmentar ou colorir a pele), é uma aplicação subcutânea. A pele é dividida em três camadas: epiderme, derme e tela subcutânea. As tatuagens são imagens obtidas pela introdução de partículas pigmentadas na derme com auxílio de agulhas. O pigmento introduzido é então fagocitado por macrófagos locais.



Logo, o passo seguinte é compreender a linguagem, verificando:
1 – O local da tatuagem (braço, coxas, mão, costas...).
2 – Simbologia da tatuagem (o significado da imagem tatuada).

Lembrando, que a tatuagem localizada do lado direito (yin) do corpo estão relacionados com a mãe, que foi seu primeiro modelo de mulher. O lado esquerdo (yang) do corpo está relacionado com o pai, que foi seu primeiro modelo de homem.



                No Livro “linguagem do corpo” da Cristina Cairo ou aqui no blog “Somos Arts”, poderá encontrar os significados psicológicos em relação às partes do corpo (coxas, costas, mãos, pescoço...).
Em relação à simbologia, ela tem significados mistos ou não, (criação própria ou significado pessoal e o significado universal). Exemplo: Uma borboleta tem como simbologia universal de liberdade, transmutação, metamorfose. Mas, pode ter um significado pessoal, diferente da universal.
Relembrando, que a localização da tatuagem mostra “inconscientemente” seu conflito rebelde, com um homem (lado esquerdo do corpo – yang) ou mulher (lado direito do corpo – yin) e o que a parte do corpo simboliza a área (ex.: a perna simboliza o caminhar na vida), mais o significado da tatuagem (ex.: Âncora – ser a âncora, pássaros – liberdade, árvore – ciclo da vida, imagens que homenageiam pais ou pessoas que você ama – perda, mágoas, morte, raiva.).   
            A seguir um exemplo prático de possíveis significados inconscientes sobre a linguagem da tatuagem, já que também, verifica-se em que época a pessoa tatuou e o que aconteceu com a pessoa. Os princípios são os mesmos, mas o objetivo é descobrir a causa.
            Exemplo: uma pessoa (mulher-mãe) que tatuou no antebraço esquerdo o nome da filha. (Temos o princípio, agora o que aconteceu ou causou o conflito?)
 Possível significado: Braços simbolizam suas conquistas, ambições, realizações. Antebraço refere ao futuro. Deste modo, um homem (marido), limitou sua vida futura, resultando numa gravidez. Não quer dizer, que esta

mãe não ame sua filha, quer dizer na linguagem do corpo, que a mãe não queria a gravidez naquele momento da vida, ela não queria apenas aquela situação e não estava negando a filha, ela sentiu-se limitada, porque talvez estivesse fazendo faculdade e estava feliz naquele momento, então teve que deixar de lado seu sonho para cuidar da filha. Sentiu-se frustrada porque queria realizar também seu sonho, mas não tinha condições. (Lembrando, são apenas situações possíveis de exemplos para sua melhor compreensão – pois poderia ser a causa do conflito, que o pai abandonou a mãe, a mãe era jovem quando engravidou, queria que o pai fosse outra pessoa e entre outras...).
            Novamente esclarecendo, que o corpo se comunica e as doenças como a tatuagem mostra apenas nossos comportamentos, tudo é mutável. O exterior reflete o interior.