Dor de Cabeça e Enxaqueca; Veja significado psicológico pela Metafísica da Saúde/Linguagem do Corpo e como se curar emocionalmente;

Os indivíduos que sofrem de enxaqueca têm um orgulho muito forte e não permitem que pessoas autoritárias mandem em sua vida ou controlem seus passos. Resistem a tudo e a todos que, conforme eles acreditam, queiram invadir seu espaço vital. São pessoas que não relaxam aos prazeres, pois receiam serem dominados de alguma forma. Normalmente têm 
medo do sexo ou de suas conseqüências, devido a limitações morais, familiares, etc. Se você se identifica nesta situação, solte-se e deixe seu coração ”falar”. Não use a razão constantemente, pois devemos equilibrar os dois hemisférios cerebrais (razão e emoção), para evitarmos esses conflitos internos e suas somatizações. Suavize seus pensamentos. Quando surgir uma dor de cabeça, pare e reflita sobre o que está acontecendo ao seu redor. Será que alguém ou alguma situação contrariou você? Ou talvez você tenha se sentido desconsiderado(a) por alguém um tanto importante de quem você esperava maior consideração. Seja o que for, pense sobre a sua própria conduta
e veja o quanto você está sendo inflexível consigo mesmo(a) e com os outros. Aceite docilmente O que aconteceu e se proponha a mudar o seu caminho através de seus ideais e você vai ver como a dor irá desaparecer. Acredite que qualquer dor de cabeça é sinal de um orgulho muito forte, conforme já expliquei, e para acabar com ela é preciso modificar os seus pensamentos exatamente no momento da dor. Tudo é uma questão de exercício e de flexibilidade. Tente, pelo menos uma vez, acabar com a dor sem o auxílio de remédios. Esqueça o medo e apenas reconheça o quê ou quem contrariou você e desarme-se procurando uma boa maneira de mudar sua vida para melhor. A paciência e a coragem com você mesmo acabarão com uma simples dor de cabeça ou com a enxaqueca. Veja alegrias em ambientes que você não gosta de frequentar e não resista à contrariedade que o fez entrar neste ambiente. Experimente se soltar e se divertir mais, em vez de negar e criticar as opiniões diversas das suas. Lembre-se de que sua carência e seu desejo de receber amor e carinho aumentam quanto maior forem a sua inflexibilidade e o seu orgulho. OK?

Cristina Cairo Linguagem do Corpo Vol 1....

Comentários

  1. era o que estava procurando!!!! Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Nossa, quanta besteira!! Que texto mais generalista! Só um tipo de pessoa, então, pode sofrer de dor de cabeça psicossomática? Ora, por favor...existem muitas causas, muitas variáveis, muitos fatores que ajudam ou atrapalham...cada caso é um caso; acho uma pena que, apesar de todo o avanço da psicologia e psiquiatria, ainda tem gente querendo colocar tudo numa mesma caixa. Esse pensamento é atrasado. Assim como também é atraso querer enxergar o cérebro dividido em razão e emoção. Somos um todo, circuitos interligados, trabalho em equipe! Não existem essas categorias tão puras e simplistas quando se trata do corpo humano. Passou uma ideia muito errada, faltou embasamento.

    ResponderExcluir
  3. Acho super interessante esses estudos. Quando eu consigo me administrar mentalmente a dor de cabeça nem aparece. Lógico que a dor de cabeça pode ser outra coisa que pode ser pesquisada caso a mesma não desaparecer, mas o que custa tentar não é verdade?

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Luiza: o texto é muito generalista, vago e preconceituoso. Eu tenho dores de cabeça horríveis e sou super zen. Ouço música relaxante o tempo todo, sou flexível, estou sempre me auto analisando no aqui e agora e o que ela diz é besteira, pois uma dor de cabeça não passa com o que ela sugere, a menos que seja uma leve dorzinha ou irritação.
    Existem famílias inteiras que sentem dor de cabeça (a enxaqueca é transmissível) e tem que se acostumar com ela.

    ResponderExcluir
  5. Sofro de enxaqueca desde dos meus 14 anos .Algumas coisas que vc mencionou na minha opinião são verdadeiras ..Eu comando a minha vida e ninguém mais , porém não sou orgulhosa...E nem sempre alguém ou alguma coisa me incomoda mais mesmo assim a enxaqueca vem ..Prefiro tomar medicamentos para aliviar e para não ficar ao ponto de eu não suportar ..

    ResponderExcluir
  6. Nunca vi igual... ''ideia'' mais torta que essa! Sinceramente, só uma pessoa muito sem leitura capaz de acreditar nesse tipo de coisa! Realmente temos que ter cuidado nas fontes de aprendizado... para não ser mais um atraso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. F-O-D-A--S-E Materialista ocidental de merda! Se não acredite respeite, pois milhares se curam com estes conhecimentos milenares da China, Egito e Índia...
      VÁ ESTUDAR ANTES DE TACAR MERDA NO VENTILADOR...

      Excluir
    2. Exatamente, como dizem os antigos...SÓ FALA MAU QUE NÃO ENTENDE DO ASSUNTO E É IGNORANTE...OU SEJA QDO NÃO SABE CALA A BOCA.....
      ACABEI DE LER ESSE LIVRO E ESTOU NO 2 LIVRO....E REALMENTE É SHOW.

      Excluir
  7. Se você não mudar e se abrir para as novas experiências, realmente continuará por gerações e gerações sentindo dores das terríveis enxaquecas. Atrasado é quem continua utilizando métodos iguais querendo chegar a resultados diferentes.

    ResponderExcluir
  8. Quanta ignorância Creide, vá estudar. Vem aqui dizer bobagens como: dor de cabeça é transmissível e tem que se acostumar com ela. Como vc é ignorante!

    ResponderExcluir

Postar um comentário