Pulmões; Veja o significado psicológico de Pneumonia, Tuberculose (Inclusive em crianças), Asfixia, e como se curar emocionalmente Pela linguagem do Corpo/Metafísica de Cristina Cairo;


Pulmões 
Simboliza a ansiedade (ânsia) de viver, bem como um espírito de crítica, agressão e repulsa... 
A pessoa que está sofrendo com problemas nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. Vê seu castelo desmoronar e, como ela está cansada de sustentar o peso da amargura, sua respiração torna-se ofegante. 




Pneumonia 

Significa desespero secreto, mágoa profunda e falta de coragem para continuar. Quem tem este problema sente-se cansado e impede que o mal se cure; busca constantemente, através de sua razão e de sua lógica, entender suas emoções. Também sente-se descrente e sem energia. Destrua a mágoa que está dentro de você, porque ela o sufocará e o mundo, na verdade, tem solução. Solte tudo que o faz sofrer, mude sua estrada se for necessário e recomece a viver, respirando outros ares. Acredite no velho amigo tempo que sempre resolve tudo. Trabalhe seu espírito para buscar novos ideais e desapegue-se do passado. A sede de viver tem de continuar, pois as pessoas carecem de companhias que as incentivem. Use essa sua força para construir algo novo e dê a volta por cima. Afaste as tristezas, pois as voltas que o mundo dá trarão novamente as coisas que você pensa que estão há muito perdidas e também coisas novas para torná-lo feliz. Visualize um plano de vida especial, construa um projeto em sua mente, coloque nele somente o que lhe agrada e deixe-o sempre vivo na memória. Seja otimista! Construa lentamente sua nova história. Alegre-se e habitue-se a rir de tudo, até de você mesmo! 

A cura pelo riso já foi comprovada em vários países desenvolvidos. Lá os estudiosos conhecem o valor da ”válvula de  escape” do riso, que desintegra a tensão contida e alivia os pensamentos ”pesados”. Ria de tudo! Ria pra valer e não tenha medo da superstição criada em cima do excesso de riso. Liberte-se dos medos gerados no decorrer de sua vida e saiba que, se todas as pessoas aprendessem a deixar de esperar ”coisas e atitudes” dos outros, todos estaríamos vivenciando a verdadeira paz de espírito. 


Tuberculose 

A tuberculose nada mais é que o peito dolorido por causa de preocupações. Significa uma mente que fica preocupada e aflita e acaba acumulando as angústias e tristezas no peito, fazendo com que esta parte do corpo fique enfraquecida. Isso mostra o tamanho de sua fé. Acredite mais na bondade e justiça de Quem o criou. É injusto você tentar resolver tudo sozinho e judiar de sua mente e de seu corpo só porque acha que pode resolver tudo apenas com a sua inteligência. Espiritualize-se para o lado positivo e dilua dentro de você a falsa crença de que o homem nasceu para sofrer. Nós somos responsáveis, direta ou indiretamente, pelas coisas que nos acontecem, porque somos livres para opinar. Use seu livre-arbítrio para corrigir sua conduta e não a dos outros. Ocorre em famílias extremistas, que mantém as emoções desequilibradas. Muitas vezes estão todos em paz e quietos e, de repente, começam os berros e os conflitos sérios. 

Na língua japonesa existe a expressão iki-ga-au (respiração que combina) e iki-ga-awanai (respiração que não combina). Quando a desarmonia conjugai é grande, os membros da família passam a ter problemas respiratórios (iki-ga-awanai). Em relação aos filhos, quando a mãe tem profunda crise de ciúme do marido,essa vibração de desarmonia faz com que um dos filhos tenha crises de bronquite como reflexo de seu comportamento mental. Repito que os filhos até sete anos de idade são influenciados pela mente da mãe e, a partir dessa idade, até aos quatorze anos serão influenciados pela mente do pai. Os orientais conhecem a sabedoria da natureza humana. Sabem que as relações humanas começam pelo sistema inconsciente e depois passam a ser visíveis através do consciente. Portanto, as mães devem tomar muito cuidado para não 
transferirem aos filhos menores todas as suas angústias, temores ou doenças. Trabalhe seus pensamentos a favor de sua saúde e da saúde de seus familiares. Não queira carregar a bandeira da verdade. A humildade 
e a flexibilidade da personalidade ainda é, e sempre será, a solução para todos os problemas do mundo. 


Bronquite asmática nas crianças 
Doenças nas crianças são reflexos das “doenças” psicológicas dos seus pais ou protetores, o que quer dizer que os conflitos que os responsáveis pelas crianças carregam é que fazem surgir nelas a somatização das doenças. É muito difícil fazer com que os pais reconheçam esse fato, pois eles acabam achando que estão sendo atacados e que o problema é devido a algum fator climático, genético, alimentar ou congênito. É mais fácil acreditar nisso porque assim a responsabilidade não pesa sobre os seus ombros! Às vezes, ser cético é apenas uma questão de comodismo e conveniência. A bronquite asmática ocorre pelo mesmo motivo da iki-ga-awanai 
(v. Bronquite nos itens anteriores). 
Os pulmões precisam estar desobstruídos e puros. Portanto, procure resolver e definir rapidamente seus problemas emocionais. Procure compreender que a harmonia é muito importante para a saúde de toda a família e procure freqüentar ambientes espiritualistas que o ensinem a viver melhor. Não queira estar com a razão pois, se alguém em sua família está doente é porque as energias estão descanalizadas. A doença é uma ilusão: ela é apenas a manifestação dos pensamentos e da conduta de um ou mais indivíduos. A conduta negativa gera retorno negativo e a conduta e pensamentos positivos geram retornos positivos. Aprenda também a orar pelos seus antepassados e tenha mais sentimento de gratidão por eles. Os elogios mútuos são importantes e, por isto, todos devem elogiar as coisas boas que um fizer ao outro. Agradeça aos pais, 
agradeça ao marido, ou à esposa e admita que ninguém está cem por cento certo: dividindo as responsabilidades pelos erros fica mais fácil resolver harmonicamente as pendências. Se existe amor, existirá perdão. Mas, se não existe amor, deverá, pelo menos, existir consideração pelo ser humano que é cada um e por tudo o que foi criado pela convivência tanto de marido e mulher, como de pais e filhos. Compreenda o que passou, sem carregar ou atribuir culpas. O que aconteceu foi que você cresceu. Pais, mudem sua conduta para a cura de seus filhos. Saibam aceitar as mudanças e esqueçam, completamente, o passado. Esquecer só dependerá de força de vontade e de amor imparcial. Encontrando a harmonia, seja como for, os problemas respiratórios desaparecerão por completo.



Asfixia 
Demonstra que a pessoa não está ”respirando” como queria. Sua infância fala mais alto dentro de seu coração e ela não consegue crescer porque sente medo do ”mundo grande”. Não se sente amparada para crescer e suas verdades não acompanham as de seu crescimento. Sonhe! Sinta-se puro como uma criança, mas continue crescendo. Use a sua beleza de pensamentos e suas crenças para auxiliar as pessoas. Pare de se trancar no planeta do Pequeno Príncipe. (Se você leu esse livro lembrará de como o seu planeta, e o das 
demais pessoas que ele encontrava em seu caminho, era pequenino!) Vivendo desse jeito fica mesmo difícil para você conseguir respirar! Liberte-se dos medos confiando na Grande Sabedoria que o conduzirá pelo caminho certo e seguro, em toda a sua jornada. Relaxe e
acredite somente nas coisas boas, pois o mal e a 

opressão estão dentro da imaginação das pessoas e elas é que os tornam realidade. 
É muito bom crescer, pois é assim que eliminamos definitivamente as posturas de vítimas, de sofredores, de abandonados, de fracos, etc., e passamos a ter uma postura forte e sábia perante os obstáculos em nossos caminhos. Saiba que crescer é poder usar os pensamentos e a liberdade à nossa maneira para, inclusive, sermos crianças no momento em que quisermos. Ser criança é continuar a amar, sorrir, brincar com a 
vida, sonhar e realizar todos os nossos planos, sem interferência da vaidade ou do orgulho. Cresça para poder ser criança a vida toda. Liberte-se do ”falso” medo, que é criado pela falta de orientação. 
Respire a vida e oxigene suas idéias.

Cristina Cairo - Livro > Linguagem do Corpo Vol 1



Comentários

Postar um comentário